[ONLINE] Universidade de Aveiro, Portugal

21, 22 e 23 de outubro de 2020

Visagenta

Iara Souza
Vandiléia Foro

O corpo em quarentena entra em desequilíbrio ao passar por transformações que o tiram de um formato do cotidiano estabelecido pela rotina. Como encontrar um equilíbrio na pandemia? O corpo estava em equilíbrio ou em desequilíbrio antes da pandemia?

Estados alterados pelo isolamento, pela rotina da esfregação do próprio corpo e afastamento do corpo do outro. O corpo entra num estado outro as ações, passam por experiências não vividas, acoplar com vaso de planta pode? O outro pode ser a planta-casa? Equilibrar esse outro na cabeça, abre outros estados. Percepções que provocam perguntas. Performance em vídeo, pode? O que é tudo isso? Teatro? Performance? Vídeo artístico? 

Desvão, estados de inquietação, perguntas, perguntas, perguntas. Visagenta é sobre esse lugar de suspenção, trancamento, distância na presença (estando do lado não posso tocar), presença virtual na ausência (estando longe posso estar aqui). O estado Visagenta é o do folego preso, o do instante antes. O segundo preciso da respiração presa no susto. Uh! 

O nosso trabalho foi postado no instagram da olaria mundiar, nossa casa/atelier no formato de micro série, e foi produzido dentro do isolamento social. Para o congresso nossa proposta é a exibição do vídeo e uma conversa com os participantes.

Palavras-chave: Corpo; Pandemia; Performance; Desvão.